Está aqui

Notícias

Comemoração do Dia Nacional do Dador de Sangue, 27 de Março de 2019

Associação de Dadores de sangue do Concelho de Aveiro – ADASCA em Parceria com o Departamento de Logística “Sê Humano - A Solidariedade Está no Teu ADN!” da Universidade de Aveiro assinalam a data, sob o mote “Que bom Comemorar o Dia Nacional do Dador de Sangue com 1 Bombom… !”, a 27 de março, com uma sessão de colheitas de sangue entre as 15 horas e as 19:30 horas no Posto Fixo da ADASCA, localizado no Mercado Municipal de santiago, 1º. Piso, em Aveiro.

O Dia Nacional do Dador de Sangue assinala-se a 27 de março. A data, instituída através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 40/86, visava reconhecer a importância da contribuição desinteressada dos dadores benévolos de sangue para o tratamento de doentes, que lamentávelmente tem vindo a perder o seu real valor, a partir do momento em que os dadores deixaram de estar presentes na cerimónia.

A institucionalização do Dia Nacional do Dador de Sangue devia constituir, assim, a expressão oficial desse reconhecimento e servir para evidenciar, junto da população em geral, o valor social e humano da dádiva de sangue, estimulando a sua prática e tornando mais conhecida a sua imprescindibilidade num mundo onde impera cada vez mais a indiferença pelo sofrimento alheio, o comodismo e o individualismo.
“Que bom Comemorar o Dia Nacional do Dador de Sangue com 1 Bombom… !”, tem por objectivo dar as boas vindas aos jovens universitários candidatos à dádiva como ainda aos dadores regulares, pois eles são dignos deste nosso singelo gesto.

A comemoração, visa sensibilizar a sociedade civil para a importância da dádiva de sangue, durante todo o ano.

Quem pode ser dador de sangue?
Podem doar sangue todas as pessoas com bom estado de saúde, com hábitos de vida saudáveis, peso igual ou superior a 50 kg e idade compreendida entre os 18 e 65 anos. Para uma primeira dádiva, o limite de idade é 60 anos.

No site da ADASCA (www.adasca.pt), única associação de dadores legalmente existente no Concelho de Aveiro, no âmbito das suas atribuições específicas, os interessados em aderir à dádiva encontram diversas informações, tais como datas e horários das sessões de colheitas como ainda os locais onde os interessados se podem dirigir.

A notória falta de respeito da parte do SNS pelos direitos dos dadores continua. Promete-se muito e pratica-se pouco. Os dadores são vistos como um elemento de lucro...

Joaquim Carlos
Presidente da Direcção
Aveiro, 26 de Março de 2019

Site oficial Litoral Centro http://litoralcentro-comunicacaoeimagem.pt/