Está aqui

Notícias

Reiteramos o Alerta aos dadores de Aveiro e arredores | Dr. João Paulo Almeida Sousa, o Senhor que assiste a este cenário, o que lhe apraz dizer?

Ler jornais é saber mais. Ficamos a saber que determinado grupo concorrente(?) da única associação de dadores de sangue existente no Concelho de Aveiro, manifestou publicamente no ano transacto a intenção de realizar algumas sessões de colheitas às terças-feiras em horário após laboral, indo ao encontro da vontade de alguns dadores, pelo menos assim está escrito na noticia.

Estamos perante um grupo do tipo jet set e para o efeito conta com a bênção do centro de sangue e transplantação de Coimbra numa atitude de afronta contra a ADASCA.

Não deixa de ser estranho, estas movimentações, apesar de existir há 11 anos uma associação legalmente constituída e vocacionada para a promoção da dádiva de sangue em Aveiro.

Estas pretensões levantam algumas preocupações a quem tudo deu e tem dado em prol de uma causa, nem sempre respeitada. Estamos perante interesses instalados, e influências perniciosas à vista, fazendo dos dadores estúpidos.

Não à dúvidas que, alguém se propõe saltar o muro do quintal do vizinho, subir a árvore e saborear os frutos alheios, sem o menor trabalho.

Será atrevimento afirmar que o CST de Coimbra está conspurcado? O Dr. João Paulo Almeida Sousa, Presidente do Conselho Directivo do IPST tem conhecimento estes procedimentos? Se tem, e nada faz porquê?

Diz a história aveirense, que nunca foi feito tanto em prol da dádiva e dos dadores desde que surgiu a ADASCA, o próprio CST de Coimbra o confirma.

Investimentos elevados têm sido feitos em prol da informação e sensibilização para que as pessoas aderiram à dádiva, nomeadamente os mais jovens.

Basta consultar o site www.adasca.pt para se saber quantas sessões de colheitas de sangue realiza a ADASCA por mês no seu Posto Fixo Fixo. Só em Janeiro são 9 sessões. Ao que nos é dado saber, tratasse da única associação nesta região com este volume de sessões.

Uma observação: Quem ainda desconhece da existência da referida associação no Concelho de Aveiro decorridos 11 anos após a sua fundação?

Não passa despercebido a ninguém que a ADASCA tem sido alvo de discriminação pelo único jornal diário existente em Aveiro. Para que serve o seu estatuto editorial, o qual é enviado no inicio de cada ano para a Entidade Reguladora da Comunicação Social? O mesmo que é anexado nos impressos apresentados para os apoios financeiros à imprensa regional? O dinheiro não sai dos bolsos de todos os contribuintes? Ou só de alguns?

Mais, aconselha-se os dadores a não passar para as mãos de quem quer que seja o Cartão de Cidadão, como acontece no local do dito grupo.

Quantos dadores pediram mais horário após laboral? A lógica do custo | beneficio já faz parte do passado? Assim sendo, a ADASCA deseja reiniciar a brigada que foi eliminada em Cacia.

Em abono da verdade, os dadores são soberanos, mas, cuidado, existe mais raposas e lobos no mundo da dádiva de sangue do que genuínos cordeiros. Não contribuam para alimentar a vaidade das vaidades.

Alguém de Aveiro ou arredores ainda não sabe onde fazer a sua dádiva de sangue? Leia abaixo as datas até Dezembro próximo.

Pois bem, ora vejam com atenção:

Alguém quer mais datas? Mais oportunidades? Vão criar dadores em estufas? Só podem estar a promover uma confrontação com quem não devem.

O Alerta lançado aos dadores de sangue de Aveiro e arredores não é feito por acaso. Só se lembram de vós para esticar os braços, mas, quando foi necessário assinar baixos assinados, como ainda tantas diligencias para a reposição da isenção das taxas moderadoras nos hospitais públicos, como ainda na elaboração do Estatuto do Dador onde estavam os tais agora interessados em vós?

Resultado de imagem para centro de sangue e transplantação de coimbra
Para não ficarem mal vistos, optaram pelo silêncio, criticando quem deu a cara, e pagou dos seus bolsos as viagens para estar presente nas reuniões consideradas necessárias. Hoje, apregoam sem vergonha os direitos alcançados.

A comunidade e os doentes têm as costas largas, como o tampo das secretárias de quem toma estas decisões e com elas concorda. Porquê? Porque o sentimento de impunidade no CST de Coimbra tomou proporções tais que já ninguém controla. Não são fiscalizados, tem-se uns aos outros, não vá o diabo descobrir os detalhes...

Quantos destes defensores dos dadores de sangue estiveram na VII Convenção Nacional de Dadores de Sangue e Medula Óssea? Fizeram um pacto com o silencio para não ficar mal vistos?

Como se pode comprovar no mapa acima a ADASCA em 2018 vai realizar 110 sessões de colheitas de sangue. Será certamente é a única associação do género do País com mais brigadas num só local.

Ganhem vergonha, queremos que nos RESPEITEM! Os dadores não são assim tão ingénuos ao ponto de não serem respeitados.

Não deixem de consultar o site www.adasca.pt

J. Carlos

NB: Dr. João Paulo Almeida Sousa, o Senhor que assiste a este cenário, o que lhe apraz dizer?

Reiteramos o Alerta aos dadores de Aveiro e arredores | Dr. João Paulo Almeida Sousa, o Senhor que assiste a este cenário, o que lhe apraz dizer?
https://aveiro123.blogspot.pt/2018/01/reiteramos-o-alerta-aos-dadores-de...