Está aqui

Notícias

Imprensa: Indignação no Boletim Informativo da Ass. de Dadores de Sangue do Distrito de Viana do Castelo

É do conhecimento geral que vivemos tempos que nos dificulta define-los vs caracterizá-los. Ninguém está imune às suas influencias e consequências, muitas delas provocando profunda indignação.

O conteúdo do Boletim Informativo que acabei de receber cuja edição é da responsabilidade da Associação de Dadores de Sangue do Distrito de Viana do Castelo, transmite-nos um pequeno reflexo do descontentamento que se faz sentir em alguns dirigentes associativos na área da dádiva de sangue.

Sabemos que roma e pavia não se fizeram num dia, mas, já somamos 5 meses que o novo presidente do Conselho Directivo do IPST assumiu funções, sem que se notem inovações nesta área.

Não se compreende o atraso das transferências dos apoios financeiros, cujos contratos já assinados há muito. Admite-se que haja associações que tenham fontes de receitas, mas, no caso da ADASCA não, depende inteiramente do IPST.

Será que à falta de aprovisionamento de verbais para cumprir com o acordado? Como podemos fazer face aos compromissos financeiros? Mais, os valores a receber são respeitantes aos resultados alcançados no ano de 2016...

De Janeiro do ano em curso até ao presente dia sem apoios, quem sobrevive? Portanto, a indignação contida no Boletim em Anexo deve ser encarada como indignação, quiçá, revolta na medida que do nosso lado o IPST sempre contou com a nossa disponibilidade.

As portas mantém-se abertas, o planeamento de colheitas não sofreram alterações. Que mais esperam de nós? Já se faz sentir o sentimento do medo?

Cumprimentos,

Joaquim Carlos
Presidente da Direcção da ADASCA
964 470 432

NB: sou um dos que tenho vindo a colocar dinheiro do meu bolso, já com a fama da ADASCA ser caloteira.

PDF: 
PDF icon Boletim Informativo da Ass, Dadores Sangue de Viana do Castelo mês Maio de 2017.pdf