Está aqui

Notícias

Comunicado à População | Câmara Municipal de Aveiro e Veolia avançam com Desinfeção de Espaços Públicos e Alertam os Cidadãos para os Cuidados a ter com a Deposição de Resíduos durante a Pandemia do Coronavírus

Atendendo à atual situação de combate à pandemia do Coronavírus/Covid-19, informam-se os Munícipes das alterações e recomendações que foram promovidas pela Câmara Municipal de Aveiro (CMA) no serviço de gestão de resíduos urbanos na área do Município de Aveiro, em estreita colaboração com o nosso prestador de serviços Veolia Portugal e com a concessionária de recolha seletiva ERSUC:
1. Todos os serviços prestados pela Veolia Portugal estão a ser mantidos, e alguns intensificados, com exceção do controlo de ervas infestantes (corte mecânico e aplicação de herbicida) que, desde o dia 16MAR2020, foi temporariamente substituído por desinfeção da via pública junto ao Hospital, Centro de Saúde, Extensões de Saúde e USF’s de todo o Município, Mercados Municipais, Escolas, Tribunal, Serviços Públicos, entre outros, bem como desinfeção de mobiliário urbano (papeleiras, contentores do lixo, bancos de jardim);
2. Estando nesta fase mais pessoas dispensadas do trabalho, a fazer guarda de filhos ou a trabalhar a partir de casa, a produção de monos (objetos domésticos fora de uso), de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos (REEE) e resíduos verdes, tem vindo a aumentar. Assim, solicitamos que mantenham as boas práticas para gestão destes resíduos e não os abandonem na via pública. O pedido de agendamento para a sua recolha deve ser efetuado, até à véspera do dia de recolha, junto da Veolia Portugal, através do email aveiro@veolia.com ou do telefone 234.127.942. A recolha de monos efetua-se às quartas-feiras e quintas-feiras. A recolha de resíduos verdes efetua-se às terças-feiras, de novembro a abril, e às segundas-feiras e terças-feiras, de maio a outubro;
3. É proibida a colocação de sacos do lixo fora dos equipamentos de deposição de resíduos, bem como a sua deposição na via pública porta-a-porta, como frequentemente acontece, por exemplo, na Avenida Dr. Lourenço Peixinho, Bairro da Beira Mar, etc, devendo cada Munícipe proceder à colocação dos seus sacos do lixo dentro do contentor mais próximo. Este é um aspeto de vital importância, que requere a colaboração e civismo de todos nós, por forma a manter a salubridade nos espaços públicos do Município de Aveiro e a contribuir para a garantia da boa saúde pública.

O Ministério do Ambiente e da Ação Climática, através da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR), publicou, no dia 17 de março, um conjunto de orientações e recomendações para a gestão de resíduos na situação de pandemia associada à COVID-19. Em consequência, foram ainda tomadas as seguintes medidas de precaução pela Veolia Portugal e pela ERSUC:
1. Utilização pelos trabalhadores de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) tais como máscaras, luvas e desinfetantes e higienização frequente dos EPI’s;
2. Aumento da frequência de higienização dos contentores e papeleiras;
3. Aumento da frequência de higienização das viaturas de recolha de resíduos urbanos por dentro e por fora;
4. Constituição de equipas para limpeza e remoção de resíduos depositados fora dos contentores;
5. Evitar prejudicar a frequência de recolha dos resíduos indiferenciados, intensificando-a sempre que possível;
6. Suspensão da recolha seletiva porta-a-porta nos consumidores não-domésticos. Estes deverão depositar os seus resíduos seletivos nos ecopontos, que continuarão a ser recolhidos com regularidade;
7. Deposição direta dos resíduos urbanos, sem qualquer triagem prévia, no aterro sanitário (para não se romper os sacos e haver contaminações);
8. Aumento da frequência de cobertura dos resíduos em aterro sanitário.

Uma outra frente que exige a Atenção de Todos é a forma como lidamos com resíduos urbanos com suspeita de contaminação por coronavírus/Covid-19:

1. Gestão de resíduos produzidos nos domicílios e alojamentos locais
Na situação de se estar perante caso(s) suspeito(s) ou confirmado(s) de infeção por COVID-19 em tratamento no domicílio, todos os resíduos produzidos pelo(s) doente(s) e por quem lhe(s) prestar assistência devem ser colocados em sacos de lixo resistentes e descartáveis, com enchimento até 2/3 (dois terços) da sua capacidade.
Os sacos devidamente fechados devem ser colocados dentro de um 2º saco, devidamente fechado, e ser depositado no contentor de resíduos indiferenciados.
As máscaras, luvas e lenços usados devem ser sempre colocados no contentor do lixo comum.

2. Gestão de resíduos produzidos em empresas, hotéis e outros alojamentos com elevada concentração de pessoas
Na situação de se estar perante caso(s) suspeito(s) ou confirmado(s) de infeção por SARS-CoV-2 (COVID-19) em empresas, hotéis e outros alojamentos, portos e aeroportos, os resíduos produzidos pelo(s) cliente(s) e por quem lhe(s) tenha prestado assistência são equiparados a resíduos hospitalares de risco biológico (grupo III), devendo a sua gestão ser assegurada como tal.
Ou seja, os resíduos devem ser acondicionados num primeiro saco plástico resistente, colocado em contentor com abertura não manual e com tampa. Quando o saco estiver cheio (enchimento máximo até 2/3 (dois terços) da sua capacidade), deve ser bem fechado, e depositado num 2.º saco.
Os resíduos devem ser mantidos segregados e ser encaminhados para operador licenciado para a gestão de resíduos hospitalares com risco biológico, sob responsabilidade do órgão de gestão da empresa, alojamentos, portos ou aeroportos.

Expressamos o nosso Agradecimento público à rápida reação da Veolia Portugal e da ERSUC na tomada de medidas de prevenção face a esta pandemia de Covid-19.
Os seus Trabalhadores continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas e outros espaços públicos, através da limpeza urbana, recolha indiferenciada, recolha seletiva e a garantir o tratamento dos nossos resíduos.
A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações destes serviços à pandemia de Covid-19. Só com um intenso trabalho em EQUIPA é que conseguimos dar resposta a esta situação inesperada e anómala.
Apelamos aos Munícipes que adotem cuidados reforçados no acondicionamento dos seus resíduos urbanos, dando o seu contributo por forma a não agravarmos a saúde pública no nosso Município de Aveiro.
Cada um dos Cidadãos deve cuidar bem da sua casa.
Nós, Câmara Municipal de Aveiro, Veolia, ERSUC,…, estamos a cuidar bem da Nossa Casa, da Casa de Todos os Aveirenses.
Estamos Juntos Nesta Luta. Contamos Consigo.